Uma voz, eterna canção

Posted by Ricardo Cazarino | Posted on domingo, janeiro 13, 2008


“Eu tinha tanto som na minha cabeça que, de algum jeito ou de outro, eu precisava colocar isso para fora”. Esta frase talvez resuma todo o conteúdo de uma das mais belas vozes do mundo musical. Suave, doce, meiga, insegura, forte e, ao mesmo tempo, com extrema técnica. Era assim que Elis Regina encantava platéias e ultrapassava fronteiras com suas canções. Para outros, simplesmente Elis.

Seu auge ocorreu em plena época da ditadura militar. Enquanto o País passava por graves agressões e severas censuras, Elis corria por fora. Apelidada de “pimentinha”, por Vinícius de Moraes, atingiu seu grande objetivo: cair na graça do público. Passou por diversos estilos musicais até atingir um novo formato para o mercado musical. Com seus gestos expansivos e sua voz única, nascia a MPB.

Em 1967, no primeiro festival de música brasileira, na TV Excelsior, Elis surpreendeu os cantores consagrados e levantou o público ao defender a canção “Arrastão”. Com 20 anos, sua voz começava a entrar na casa dos brasileiros. Convidada para apresentar o programa O Fino na Bossa, na TV Record, dividiu o palco com o cantor Jair Rodrigues.

Um grande sucesso foi o especial que gravou junto com o cantor e compositor Tom Jobim. Recentemente relançado pela gravadora Trama, que pertence a seu filho, João Marcelo, para homenagear os 60 anos de seu nascimento, hoje o CD é um dos mais vendidos. “Esse trabalho é parte do corpo, da paixão que tenho por minha mãe dentro da minha memória”, revelou recentemente o empresário no programa da rádio USP FM.

Dona de em repertório invejável por muitos compositores, suas canções percorreram palcos pelo mundo. Atrás da Porta, Casa no Campo, Fascinação e Madalena fazem parte dessa memória. Elis também lançou diversos cantores, como Milton Nascimento. “Quando conheci, não sabia seu nome todo. Disse que se chamava Milton Nascimento. Isso me basta”, contava Elis.

Ninguém cantou e representou tão bem a música nacional como a enigmática Elis. Essa voz se calou. Sua musicalidade e sua alma tornaram-se um único ser, que ultrapassou o especial para ser universal., “... assim falava a canção...”.

Comments (58)

"...Ah, como essa coisa é tão bonita
Ser cantora, ser artista
Isso tudo é muito bom"

aprendi a gostar de elis regina com meu pai. nossa, uma bela cantora. Também gosto muito de maria rita mas... Elis é Elis

Elis é demais até porque ela cantava músicas de compositores fenomenais como o Chico, o Tom. Modinha, por exemplo, é excepcional...

Um dos meus discos preferidos, entre todos mesmo, é o Elis & Tom de 74. Mas preciso estar num humor bem específico para ouvi-lo.. hehe

http://almabebada.blogspot.com

É muito bom relembrar Elis - eterna nas lembranças!

texto sensível, como se Ricardo pudesse ter estado na presença dessa figura especial que era Elis. Obrigada pelo presente

Ótimo blog amigo... parabéns

Frete Gratis, O melhor blog de Downloads do Brasil!
www.fretegratis.blogspot.com

Elís é um icone da MPB, com sua voz suave, podemos definir a MPB antes e depois de Elís.

Ótimo texto!
Parabéns!

Elis tornou-se imortal através de suas canções. Adoro! bjs

Concordo em gênero ,número e grau. Por coincidencia coloquei uma musica com ela cantando para ilustrar minha postagem de hoje...BJkas

Concerteza Elis foi uma das melhores cantoras do Brasil,a sua voz era incrivel,parabéns pelo texto x D

A Elis Regina sempre me surpreendeu porque ela era altamente sentimental. Não economizava sua voz, sabia rasgar o ar e depois o misturar novamente. Em qualquer tom, sua voz era contundente e excepcional.
Belo post.
Um abraço.
(http://novelodigital.blogspot.com)

Que lindeza de homenagem :)

Parabéns por escrever este texto sublime a altura dessa nossa musa mais que especial!!!

Congratulações mil, mesmo!!

Abraços!
Leandro Merlllin
http://www.olhardesaldejack.blogspot.com/

Elis...paixão! Realmente uma das vozes mais doces e suaves da musica brasileira! Minha mãe me ensinou a ouvir, mas acho que hoje eu gosto até mais do que ela antigamente. Ouvir Elis me acalma, me alegra...ah!

tu disse tudo. meus pais são de Porto Alegre e eram vizinhos de Elis, conheceram a ela e aos pais. meu pai chegou a ter um namorico juvenil com ela.

adoro elis e sua voz mágica. ela cantando CINEMA OLYMPIA me arrepiou ontem no especial da Globo.

aguardo a próxima postagem :)

De todas as versões que já ouvi de "Triste"... a mais triste mesmo é com ela.

a eliz pra mim é uma dessas poesias que o mundo traz e leva logo....


ela me lembra lugares em que não estive e algumas pessoas que conheci....


mas gosto tmo

Olha, realmente, Elis Regina foi uma graande cantora brasileira!

huul..
bom post hein?
pah qm crte Elis...esse post tah bem escrito..

parabens!!

Elis é a deusa da musica brasileira... sem talento é eterno... uma grande interprete...

FORÇA SEMPRE

Há alguma Elis hoje? Sua filha, Maria Rita ainda tem a voz abafada por Ivetes e Cláudias Leite, que cantam músicas medonhas e "arrastam" multidões. Vai entender?

O brasileiro não quer mais saber de música boa como antes.

A Elis Regina era fantástica...

Sinceramente, acho que o auge da nossa MPB já foi pra nunca mais voltar...

E talvez os tempos sinistros de outrora - ditadura, guerra etc - tenham servido ao menos pra isso: para inspirar as belas canções que até hoje inspiram nobres sentimentos em nós...

jah li muito sobre eliz
nunca me interessei..
o poust abaixo ta 10!

Foi mesmo uma grande cantora!! Sempre implicam comigo por gostar desses cantores mais antigos ou gostar do que ninguém gosta...não sei, mas a MPB me atrai muito!Acho muito bonita as músicas têm sentimento de verdade.
Beijo.

"elis é o cara"
ou era ne..

Realmente, Elis encantava!!!

Ela sempre cantou musicas de compositores otimos e ela tb canta de mais...
parabens pelo blog...
abraços



http://bombadigital.blogspot.com/

Para falar de Elis Regina tem que ter a alma nos tímpanos. Meu pai costuma sentar-se a sala e enquanto ouvia seus discos ficávamos proibidos de falar, era uma agressão!

Salve, Elis.

Ps: estou comentando aqui, apesar de você ter postado na comunidade do orkut que iria comentar no meu, mas não vi seu nome por lá. Alguém removeu um comentário, por acaso foi o seu?

bye.

novas cantoras surgiram. Maria Rita, Marisa Monte, enfim.. Mas Elis é Elis, foi marcante e eu nem era nascido :p
Abraço!

obrigado, o seu também é bacana...

Como é bom relembrar Elis...
Ela cantava e... encantava!!!

Blog muito bem organizado. Parabéns!!

Sei lá... não gosto mto de Elis, mas reconheço o papel que ela teve na MPB...

Acho que antes de grande cantora era uma ótima pessoa...

Abraço!

Embora eu prefira Elizeth Cardoso e Leny Andrade, Elis é fabulosa. É uma das grandes realmente.
Interessante é que vc falou em voz "doce". Ela, quando queria, sabia ser exatamente o contrário: era brava a ponto de jogar pela janela os discos do marido, Ronaldo Bôscoli.
Valeu a postagem à grande dama.

Gostei do seu estilo de escrita, tens talento!bjinho♥

Cara seu blog é 10,
adorei sua escrita e tudo.
Òtimo blog,continue assim e ganhará um visitante freguente. \o/

Abraços,
http://polvoloko.blogspot.com/

Adorei teu texto, lindas palavras que com certeza fazem jus a Elis.

Parabéns pelo blog, gostei muito também !

Abraços,

Gabi Ferrony

http://eternofugaz.blogspot.com/

Elis, sempre Elis, e eu achando que estivesse torrando a paciência de todos falando e escrevendo sobre ela. Meu último post no meu blog, eu falo sobre ela. Aliás, eu falo sobre ela em:

http://www.focavitulina.jor.br/ela_danca_no_setimo_ceu.html

http://www.focavitulina.jor.br/aos_nossos_pais.html

http://blogocular.blogspot.com/2008/01/meus-es_18.html

http://blogocular.blogspot.com/2008/01/novamente-coruja.html

http://blogocular.blogspot.com/2008/01/coruja-formosa.html

http://blogocular.blogspot.com/2007/12/tomando-guaran-e-ouvindo-elis.html


Eu amo Elis! E viva João Marcello que nos traz mais maravilhas de sua mãe.

Não tem o que falar da eterna rainha né?
belo post!
abraços

Gostei do teu cantinho! Voltarei aqui com mais calma, e quem sabe você nao gosta do meu também? Tamos ai!
Bom fim de semana!

Muito obrigada!

Eterna Elis com certeza...
td vez que escuto TRavessia na interpretação dela... me arrepio!!

bela homenagem.

bjus

aguarda atualização :)

Ela tem uma voz sútil.. boa de ouvir.. Ela com certeza é um grande ícone da MPB.. Mais que isso.. Uma grande MULHER!!

Elis é Elis, imortal e excepcional!

Irretocável!

Elis possuia um timbre inconfundivel..
Insegura?! Creio que não..
Toda vez que minha mãe colocava as musica de elis, eu ouvia estatico, bons tempos
elis eterna elis.

[tu gostas da Ditadura Militar, hein!]

Elis canta como quem grita e cala.

Sem dúvida alguma, perdemos uma das maiores vozes e um dos maiores talentos que o Brasil já teve. Até hoje insubstituível.

essa mulher mexe comigo
não por suas qualidades, ma sim por sua tristeza
Parecia alguém desesperada
minha tese é que soltava isso tudo na voz quando cantava
o que criava aquela espetaculo incrível quando abria a boca

AHh como é bom ouví-la... Cada música fica tão.. massa, especial.
E é encantador se surpreender com todas as "coisas" q faz nas músicas!

Parabéns pelo post e pelo blog!

Gostei do texto, conseguiu me passar a vontade de escutar suas músicas.
Parabéns pelo texto cara, sensacional.

Grande cantora. Sua voz não pode se perder. Deveriamos fazer alguma coisas para a nova geração ouvir.

Espero que não ache blasfemia, mas deveria ser feito o mesmo que fizeram com musicas de Elvis: Remixar.

http://rafaelportillo.blogspot.com/

Sim, a Elis era realmente muito boa!
Simplesmente demais.
Ainda bem que ela deixou a Maria Rita que tbm tem seu valor!

eu amo a elis regina!

e o que doi é que quando ela morreu eu ainda tinha nascido! Nunca eu poderia ir num show dela. Mas que bom que os disco ficaram.

adoro ela, quando ela faz aqueles sons com a voz. e as vezes acho que ela erra, mas nao estava nem ai.

ela é perfeita!!!

Eduardo Franciskolwisk

Ricardo....adorei o texto e aproveito para dar meu depoimento sobre esta mulher que para mim continua sendo uma das melhores cantoras da MPB...Elis Regina cantava com o coração e a alma, brincava com as palavras como se fosse uma garota sapeca...amava a vida e vivia todos os dias como se fossem os últimos, ou seja, vivia intensamente...tenho a impressão que por amar demais...e viver tão intensamente...passava para seus admiradores toda alegria que sentia...

Essa foi e sempre vai ser uma grande mulher!!!